a série

Uma bomba alien é detonada sobre o planeta, espalhando um vírus sobre a Terra. O Resultado: WILD CARDS.

George Martin criou pessoalmente este cenário para jogar RPG com amigos, também escritores de fantasia. No começo, a aventura servia apenas para a diversão do grupo. Mas foi virando uma obsessão e, quando viram, estavam todos abrindo mão de suas vidas e deixando de trabalhar e pagar suas contas. Foi aí que chegaram a um consenso: abandonavam aquele mundo ou o transformavam em uma forma de ganhar a vida. E hoje sabemos qual foi a opção escolhida. Além disso, cansado de heróis dos quadrinhos americanos, os criadores decidiram que o mundo de Wild Cards estaria em permanente evolução. Assim, acompanhamos personagens salvando o mundo, se apaixonando, tendo filhos, morrendo e permanecendo mortos. E por trás das metáforas e alegorias da ficção, os escritores fazem críticas diretas à política americana da época, envolvendo questões ligadas aos conflitos armados e a herança da geração pós-guerra.

A série Wild Cards é composta por 22 livros escritos. O primeiro foi publicado em 1987 e o último está sendo finalizado atualmente. A coleção conta uma história alternativa da Terra. Em 1946, um vírus alien que reescreve o DNA humano é acidentalmente lançado aos céus de Nova Iorque, matando 90% dos que têm contato com ele. Entretanto, 9% sofrem mutações que os transformam em criaturas deformadas (conhecidos como Coringas) e o 1% restante (conhecidos como Ases) obtém super poderes. Uma parcela dos Ases é chamada de Dois, são os que adquiriram super poderes ridículos ou insignificantes. O vírus transportado pelo ar por fim se espalha sobre todo mundo, infectando dezenas de milhares de pessoas. Fazem parte da série contos e romances-mosaico que compartilham um mesmo universo ficcional. Criada por um grupo de escritores americanos, foi reunida e editada pelo autor best-seller George R.R. Martin.

livros

onde comprar